Vem e Vê

29.08.2019


Vem e Vê.

Bem sei que a Rússia do presente está a chamar a si todo o grande património artístico criado na extinta União Soviética, mas não é preciso reproduzi-lo nos jornais portugueses. Vem e Vê (Idi i smotri, 1985), que estreia hoje em cópia restaurada, é um filme soviético, não russo. Foi rodado na República Socialista Soviética da Bielorrússia, actual Bielorússia, um país diferente da Federação Russa. Foi co-produzido pela bielorussa Belarusfilm e pela russa Mosfilm. Dito isto, corram a vê-lo.

Momentos-Variações

27.08.2019


Variações (2019).

Variações. O filme escrito e realizado pelo João Maia, com a assistência do Miguel Raposo, produzido pelo Fernando Vendrell e pela Ana Figueira, fruto do trabalho conjunto de outros talentos, é uma obra que mergulha na cultura portuguesa de forma densa e sensível. Nela encontramos António, um homem e um artista no qual confluem múltiplas dimensões históricas, sociais, espirituais, emocionais dessa cultura, sem quebrar o mistério que moldou a sua vida e a sua arte. No fim, o que fica é uma voz que chama toda a gente. A existência de António surge como uma sucessão de momentos-variações sobre uma solidão em busca da proximidade, do contacto, do enlaço.