A Guerra e a Paz no Cinema Libanês (1)

10.04.2018


Beyrouth Al Gharbiyya (West Beirut, 1998).

Este filme será mostrado amanhã nas Sessões do Carvão, às 21:30, na Sala do Carvão, Casa das Caldeiras.

Entre 1975 e 1990, uma guerra civil dilacerou o Líbano. Desde o fim desse conflito que a violência e a sua ameaça foram marcando o quotidiano do país. Cada uma das obras deste ciclo lida com a memória desse evento, no percurso tortuoso entre a guerra e a paz. Dois dos filmes, realizados por Borhane Alaouié e Ziad Doueiri, retratam a divisão de Beirute entre cristãos e muçulmanos, desafiada pelas aventuras de um grupo de crianças e pelas tentativas de comunicação entre um homem e uma mulher. Ambos cruzam elementos documentais e ficcionais, mas o filme mais recente, dirigido por Nadine Labaki, é uma fábula tragicómica. Desenrola-se numa vila onde cristãos e muçulmanos aprendem a conviver, respeitando-se mutuamente e rejeitando a tentação sectária, sem terem todas as respostas para as questões que enfrentam.