Encontros no ANIM

28.02.2018

Os Encontros no ANIM são um momento de partilha de conhecimentos e de refleexão crítica sobre a história do cinema em Portugal realizada conjuntamente por investigadores universitários, conservadores de cinema e, também, pelos protagonistas daquela história. Procurando promover o diálogo entre o trabalho de arquivo e o trabalho sobre o arquivo, os Encontros no ANIM incluirão projeções comentadas de filmes recentemente restaurados ou pouco vistos em sessões públicas, visitas às áreas técnicas do ANIM e debates acerca de investigações recentes ou em curso, preferencialmente sobre obras da coleção fílmica e museográfica da Cinemateca Portuguesa-Museu do Cinema. As comunicações serão recebidas através de uma chamada de trabalhos pública e selecionadas por uma comissão científica independente. A primeira edição terá lugar no dia 11 de maio de 2018, no ANIM (Arquivo Nacional das Imagens em Movimento), o centro de conservação da Cinemateca.

O programa da edição de abertura organiza-se em torno da projeção de Voyage en Angola (Suíça, 1929; real. Marcel Borle), cujo restauro fotoquímico decorre atualmente no laboratório da Cinemateca para o Musée d’Ethnographie de Neuchâtel a partir de materiais da Cinémathèque Suisse. A projeção será apresentada e comentada por Teresa Castro (Universidade de Paris III), autora de vários textos sobre este realizador e sobre a questão do cinema etnográfico neste período, segundo a qual, Voyage en Angola “é não apenas um documento único na história dos cinemas suíço e angolano, mas também ao mesmo tempo um caso singular e típico: singular pela excecionalidade das imagens em questão, a riqueza dos arquivos que chegaram até nós ou ainda a originalidade do percurso de Marcel Borle; típico no que diz respeito ao modo como o cinema de vocação etnográfica se apoiou, em particular durante a primeira metade do século XX, em práticas ditas ‘amadoras’” (Castro, 2016). Esta sessão contará igualmente com a participação dos conservadores responsáveis pela preservação do filme.

Os Encontros no ANIM aceitam propostas de comunicação para as duas sessões de trabalho que terão lugar após o almoço. Estas comunicações podem incidir sobre qualquer tema e período cronológico da história do cinema em Portugal, devendo preferencialmente analisar obras da coleção fílmica e museográfica da Cinemateca. As comunicações serão recebidas através de uma chamada de trabalhos pública e selecionadas por uma comissão científica independente.

As propostas de comunicação devem usar este formulário online e ser submetidas até 20 de março. Todas as propostas serão sujeitas a um processo de avaliação cega pelos membros da Comissão Científica. As notificações de aceitação serão enviadas na primeira semana de abril.

A participação é gratuita mas a inscrição é obrigatória e sujeita à lotação da sala onde se realizará o Encontro.

COMISSÃO CIENTÍFICA

Paulo Cunha (Universidade da Beira Interior)

Sérgio Dias Branco (Universidade de Coimbra)

Daniel Ribas (Universidade Católica Portuguesa)

Mariana Liz (ICS/Universidade de Lisboa)

Filipa Rosário (Universidade de Lisboa)

Sofa Sampaio (ISCTE-IUL)

Maria do Carmo Piçarra (CECS-Universidade do Minho e CFAC/Universidade de Reading)

Eduardo Morettin (Universidade de São Paulo)

ORGANIZAÇÃO
Cinemateca Portuguesa-Museu do Cinema/ANIM

Mais informações sobre esta muito meritória iniciativa aqui.