O Invisível e o Inacreditável

10.08.2017


For Ever Mozart (1996).

“Os filmes nascem quando ninguém olha. Eles são o invisível. O que vemos é o inacreditável—no cinema o que interessa é mostrar isso”, disse Jean-Luc Godard num depoimento recolhido por Wim Wenders em 1982 e incluído no seu documentário Room 666. O tema era o hipotético ou o anunciado fim do cinema.