Abundância e Violência: A América Contemporânea Vista por Wim Wenders (1)

14.02.2017


Terra da Abundância.


Estrela Solitária (Don’t Come Knocking, 2005).

Estes filmes serão mostrados amanhã nas Sessões do Carvão, o primeiro às 18:30, o segundo às 21:30.

O fascínio do cineasta alemão Wim Wenders pelos EUA tem marcado a sua obra fotográfica e cinematográfica. Na sua filmografia, além de elementos dispersos pelos seus primeiros filmes, essa ligação torna-se evidente em Der Amerikanische Freund (O Amigo Americano, 1977), adaptação de um romance de Patricia Highsmith com o actor Dennis Hopper. Volvidos alguns anos, Wenders rodou a sua primeira obra na América: Paris, Texas (1984). O conjunto de filmes reunidos neste ciclo são posteriores a Paris, Texas e retratam a abundância (e desigualdade social) e a violência (e o medo) na América contemporânea. Assim, começa com Terra da Abundância (Land of Plenty, 2004) e termina com Crimes Invisíveis (The End of Violence, 1997).