O Direito do Mais Forte à Liberdade

20.02.2017

É uma iniciativa inédita na Universidade de Coimbra que junta o Centro de Estudos Sociais (CES)/Faculdade de Economia (FEUC), o Centro de Estudos Interdisciplinares do Século XX (CEIS20) e o Curso de Estudos Artísticos da Faculdade de Letras (FLUC). Visa gerar um espaço de reflexão sobre os processos coloniais e as relações pós-coloniais que ultrapasse limites disciplinares, mas também o espaço da sala de aula, analisando a complexidade das relações políticas, sociais e culturais do mundo de hoje. O título do ciclo é uma apropriação da feliz e complexa tradução portuguesa do título do filme realizado por R. W. Fassbinder em 1974, Faustrecht der Freiheit: O Direito do Mais Forte à Liberdade. Trata-se de um retrato desapiedado da sociedade alemã do pós-guerra. O título em português enfatiza o parasitismo e o carácter predatório do capitalismo transmutado para uma relação amorosa na qual não se reconhece a igualdade entre os amantes. O ciclo parte da premissa da relação inextricável entre colonialismo e capitalismo na formação do mundo dos últimos 150 anos, questionando a forma como o colonialismo se alimentou daquilo a que Partha Chatterjee denominou de “regra da diferença colonial”.