Harmony Korine: América Delirante (1)

14.09.2017


Gummo (1997).


Julien Donkey-Boy (1999).

Serão mostrados amanhã nas Sessões do Carvão, o primeiro às 18:30, o segundo às 21:30, na Casa das Caldeiras.

O cineasta estado-unidense Harmony Korine, com trabalho noutras formas artísticas como a pintura, tem construído uma obra com fortes ligações à arte e cultura alternativas produzidas nos EUA, da pop art ao cinema experimental, da contra-cultura ao cinema underground. Encontramos nos seus filmes e vídeos musicais uma visão da América capitalista, dominada pela avidez do lucro, dividida por um sonho que é um pesadelo geral, ordenada como barreira contra a criatividade. Uma visão que sublinha o carácter delirante dessa realidade e a ela responde com o desalinho e a excentricidade como marcas estéticas.