Bill Douglas: Imagens Palpitantes (1)

06.11.2013


Come Dancing (1970).


My Childhood (1972).


My Ain Folk (1973).

Serão mostrados hoje nas Sessões do Carvão, o primeiro às 18:30, os segundos às 21:30, na Casa das Caldeiras.

O cineasta escocês Bill Douglas deixou uma obra curta, de apenas quatro longa-metragens, mas marcou de forma indelével o cinema. Depois de alguns projectos de estudante na London Film School, Douglas concretizou uma trilogia na década de 1970 sobre a dolorosa paisagem da sua infância. Os filmes partiam da memória, de uma forma pessoal de recordar e ver, para estabelecerem um ponto de vista poético sobre os acontecimentos. Partiam, portanto, de imagens para gerar imagens. Tal processo é indissociável do fascínio do realizador pela palpitação das imagens em movimento e pelas invenções do chamado pré-cinema, bem patente na sua última obra. Este interesse fez com que coleccionasse livros, impressões, artefactos, equipamentos, e outros itens, preservados pela Universidade de Exeter no Museu de Cinema Bill Douglas.