Espaço, Tempo e Gesto na Comédia de Situação Americana Clássica

31.10.2013


Cheers, “One for the Road” (11.25).

Apresento amanhã um seminário integrado no programa de Estudos Americanos da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra. Agradeço o amável convite da minha colega de faculdade Isabel Caldeira.

O seminário tem como objecto de estudo as comédias de situação (mais conhecidas como sitcoms) americanas clássicas, filmadas cena a cena, num palco de estúdio, e utilizando múltiplas câmaras que não ultrapassam o proscénio. Será dada particular importância à inscrição dos gestos dos actores no espaço perfeitamente confinado e no tempo que se desenrola que este modo de filmagem favorecem. A análise detalhada de séries de televisão como Cheers (1982-93) e Frasier (1993-2004) mostram como as técnicas associadas as estas comédias podem ser usadas de modo complexo e distintivo, relacionando a dimensão de palco destas obras com a proximidade de um conjunto de personagens e com o mundo que essa comunidade delimita para si.

Filmes Proibidos

30.10.2013

Sembène Ousmane: Cineasta Africano, Artista Político (4)

30.10.2013


Faat Kiné (2001).


Moolaadé (2004).

Serão mostrados hoje nas Sessões do Carvão, o primeiro às 18:30, o segundo às 21:30, na Casa das Caldeiras.
______________________
“Sembène Ousmane: Cineasta Africano, Artista Político”: (1) · (2) · (3)

Movimentos do Ver e do Escutar

26.10.2013


Soy Cuba (Eu Sou Cuba, 1964).

Apresento hoje uma comunicação no II Congresso Internacional Karl Marx, que decorre na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa desde quinta-feira, dia 24 de Outubro. Este trabalho será apresentado num painel sobre arte, estética e cultura. Inicialmente chamava-se “Movimentos do Ver e do Escutar: Para um Pensamento Marxista da Estética do Cinema”, mas acabou por ficar com o título mais modesto, e também mais rigoroso, de “Movimentos do Ver e do Escutar: Uma Hipótese Marxista na Estética do Cinema”.

Sembène Ousmane: Cineasta Africano, Artista Político (3)

23.10.2013


Ceddo (1977).


Camp de Thiaroye (1988).

Serão mostrados hoje nas Sessões do Carvão, o primeiro às 18:30, o segundo às 21:30, na Casa das Caldeiras.
______________________
“Sembène Ousmane: Cineasta Africano, Artista Político”: (1) · (2)

O Interior: “Música Nocturna”

23.10.2013


Ne change rien.

A quinta crónica que escrevi para o jornal O Interior é uma pequena análise crítica do filme de Pedro Costa, Ne change rien (2009). Pode ser lida aqui.

Sembène Ousmane: Cineasta Africano, Artista Político (2)

16.10.2013


Emitaï (1971).


Xala (1975).

Serão mostrados hoje nas Sessões do Carvão, o primeiro às 18:30, o segundo às 21:30, na Casa das Caldeiras.
______________________
“Sembène Ousmane: Cineasta Africano, Artista Político”: (1)

Women Film Pioneers

10.10.2013

Katie Grant has called attention to a landmark project that is worth celebrating: the Women Film Pioneers Project developed at Columbia University. During the silent-era, women such as Mary MacLane (pictured above) were not just actresses, but made contributions to film history in other capacities. MacLane, for example, was also a source author for movie scripts and a screenwriter. For every Mary Pickford remembered there are many women forgotten who were producers, directors, scenario writers, scenario editors, camera operators, title writers, editors, costume designers, exhibitors, and theatre managers. The web site for the project may be accessed here.

Sembène Ousmane: Cineasta Africano, Artista Político (1)

09.10.2013


La noire de... (A Negra de..., 1966).


Borom sarret (1963).


Mandabi (1968).

Serão mostrados hoje nas Sessões do Carvão, o primeiro às 18:30, os segundos às 21:30, na Casa das Caldeiras.

O senegalês Sembène Ousmane foi um dos mais importantes artistas africanos do séc. XX como escritor e cineasta. Na senda da tradição africana de contar e transmitir histórias que reflectem de modo criativo a situação das suas gentes, Sembène optou pela ficção em vez do documentário. Os seus filmes fortaleceram a causa pela libertação da opressão colonial. Com uma aguçada consciência política enraizada no conhecimento da história, cultura, e realidade do seu país, retrataram os factores económicos, as classes sociais, os estatutos raciais, a degeneração religiosa, e as condições de género, assim como as tensões geradas por estes aspectos.

Charles Laughton nos Dois Lados da Câmara

02.10.2013


Ruggles of Red Gap.


The Night of the Hunter.

Serão mostrados hoje nas Sessões do Carvão, o primeiro às 18:30, o segundo às 21:30, na Casa das Caldeiras.

Charles Laughton, criatura do cinema, marcou esta arte à frente e atrás da câmara. Apesar da sua origem inglesa, as obras mais marcantes da sua filmografia foram produzidas nos EUA. Este pequeno ciclo mostra a dupla faceta de ator e realizador de Laughton. Ruggles of Red Gap (O Extravagante Senhor Ruggles, 1935) é representativo do seu subtil trabalho como ator, neste caso na representação cómica de um espirituoso mordomo britânico. The Night of the Hunter (A Sombra do Caçador, 1955), único filme realizado por ele, permanece como uma visão sombria e inquietante a partir da infância e é um dos exemplos maiores da estética expressionista no cinema.

Sessões do Carvão, Outubro 2013

01.10.2013


La noire de....

2 OUT. · CHARLES LAUGHTON NOS DOIS LADOS DA CÂMARA
18:30   Ruggles of Red Gap (O Extravagante Senhor Ruggles, 1935), real. Leo McCarey
21:30   The Night of the Hunter (A Sombra do Caçador, 1955), real. Charles Laughton

9 OUT. · SEMBÈNE OUSMANE: CINEASTA AFRICANO, ARTISTA POLÍTICO
18:30   La noire de... (A Negra de..., 1966), real. Sembène Ousmane
Comentário de Sérgio Dias Branco (FLUC/IFL)

21:30   Mandabi (1968) | Borom sarret (1963), real. Sembène Ousmane

16 OUT. · SEMBÈNE OUSMANE: CINEASTA AFRICANO, ARTISTA POLÍTICO
18:30   Emitaï (1971), real. Sembène Ousmane
21:30   Xala (1975), real. Sembène Ousmane

23 OUT. · SEMBÈNE OUSMANE: CINEASTA AFRICANO, ARTISTA POLÍTICO
18:30   Ceddo (1977), real. Sembène Ousmane
21:30   Camp de Thiaroye (1988), real. Sembène Ousmane

30 OUT. · SEMBÈNE OUSMANE: CINEASTA AFRICANO, ARTISTA POLÍTICO
18:30   Faat Kiné (2001), real. Sembène Ousmane
21:30   Moolaadé (2004), real. Sembène Ousmane